UCPel atua em diferentes frentes para auxiliar atingidos pela enchente

São muitas mãos, diferentes áreas do conhecimento e um único propósito: auxiliar. Alunos, professores e colaboradores da Universidade Católica de Pelotas (UCPel) estão organizados em diversas frentes para levar, além do básico, o calor humano àqueles que tiveram que deixar suas casas para fugir da fúria das águas que atingem Pelotas.

Unidas, essas mãos arrumam as camas, separam os alimentos e os agasalhos que não param de chegar. Através desses mesmos voluntários chega também o atendimento médico, a dispensação do medicamento, a vacina, a escuta.   Além de toda a estrutura física já cedida às autoridades municipais e que desde a quinta-feira (9/5) já abraçam serviços considerados essenciais, como a UPA Areal e o SAMU instalados no Campus da Saúde,  e a Central de Telemedicina no Campus I, profissionais e estudantes da UCPel dividem tarefas entre os abrigos instalados na cidade. A quantidade de profissionais e estudantes envolvidos ainda não foi calculada, mas as ações já são sentidas em vários pontos de Pelotas. 

O maior contingente de voluntários dos cursos de graduação da UCPel está na Medicina, com, até agora, quase 200 participantes, entre acadêmicos e professores. De acordo com o coordenador do curso, professor Cayo Lopes, as ações realizadas vão desde arrecadação, organização e distribuição de donativos; teleatendimento de algumas especialidades  – oferecido por professores médicos, residentes e doutorandos, entre outras ações. “A possibilidade de  contribuir de alguma forma, vai muito ao encontro do perfil do futuro médico que a universidade pensa, voltado a uma formação mais humanizada”. A equipe de voluntários da Medicina da UCPel está dividida para atuar em diferentes abrigos do município, em especial naqueles que ficam na área de abrangência das UBSs/UCPel. 

Já os alunos e professores ligados aos programas de extensão do curso de Arquitetura e Urbanismo da UCPel podem ser encontrados em locais como o Clube Diamantinos – ponto de coleta e separação de donativos. Segundo a coordenadora da graduação, professora Laura Zambrano, o grupo tem realizado doações e auxiliado na organização de roupas e kits de higiene que serão encaminhados aos desabrigados. “As ações unem a todos pelo sentimento de podermos auxiliar e dar  apoio às pessoas atingidas pelas enchentes, tentando dar um pouco de conforto no meio de todo esse sofrimento”, explica a professora.

Só o curso de Odontologia, reuniu mais de 80 alunos e criou quatro frentes de atuação: arrecadação de doações, incluindo kits de higiene bucal; atendimento odontológico conforme demanda às pessoas nos abrigos; atividades orientação de cuidados básicos de saúde e oferecimento de suporte às famílias desabrigadas, incluindo interação lúdica com as crianças. O quarto eixo é a doação de sangue, prevista para iniciar na próxima semana, conforme orientação do Hemocentro de Pelotas. 

Para o reitor da UCPel, José Carlos Pereira Bachettini Júnior, “a mobilização de professores, alunos e técnicos-administrativos  é a confirmação da essência comunitária da instituição, capaz de se fazer presente em todos os momentos vividos pela população de Pelotas, principalmente em dias tão difíceis como os que estamos enfrentando”. 

Confira algumas ações dos cursos da UCPel para ajudar os desabrigados da enchente que assola o Rio Grande do Sul a cerca de duas semanas.

Serviço Social e PPG em Política Social e Direitos Humanos

Quem pode ajudar: Todos os cursos são bem-vindos

Serviço:  Trabalho com crianças e adolescentes 

Local: Abrigos municipais.

 

Farmácia 

Serviço: dispensação, organização dos medicamentos e orientação à população que chega nos abrigos 

Local: Laranjal (abrigo Edmar Fetter), Abrigo Esef, abrigo Libanesa 

Enfermagem

Serviço: escuta, consulta de enfermagem, administração de medicamentos, vacinas

Local: abrigo Cenáculo 

Psicologia

Serviço: Acolhimento, escuta ativa, ações lúdicas

Local: abrigos que precisam da demanda

 

Medicina 

Serviço: arrecadação, organização e distribuição de donativos; teleatendimento com algumas especialidades (professores médicos, residentes e doutorandos);  formação de equipes de alunos voluntários, médicos residentes da Medicina de Família e Comunidade e Pediatria, e professores do curso de Medicina. 

Local: Campus I da UCPel, Abrigos da ESEF, AABB, Cenáculo, Edmar Fetter (Laranjal) e outros abrigos dentro da área de abrangência das UBSs/UCPel

 

Odontologia 

Serviço: arrecadação de doações; apoio direto nos abrigos através de atividades para cuidados de saúde básicos e oferecimento de suporte às famílias, incluindo interação lúdica com as crianças; atendimento odontológico e doação de sangue. 

Local: Abrigos da ESEF, AABB e Edmar Fetter (Laranjal), 

Arquitetura e Urbanismo

Serviço: arrecadação e organização de doações

Local: abrigo na Escola Edmar Fetter, Paróquia Santo Antonio e Clube Diamantinos. 

 

Direito

Serviço: triagem e entrega das doações, preparação de materiais informativos sobre seguro no financiamento imobiliário, sobre fomento de associação de moradores para facilidade de acesso à linhas de crédito e material de construção junto, sobre liberação do FGTS , adiantamento dos benefícios do INSS .  

Local: Campus I

 

Teologia e Filosofia

Serviço: arrecadação e distribuição de donativos; grupos de oração e apoio. 

Local: abrigos

 

Fisioterapia e Tecnólogo em Estética e Cosmética 

Serviço: atividades com crianças, arrecadação de doações

Local: abrigos

Todos os alunos da UCPel que quiserem participar da ação emergencial de ajuda aos desabrigados das enchentes devem preencher um formulário que irá organizar a ação de todos os voluntários da UCPel.

Redação Débora Borba e Alessandra Senna